Núm. 48 (2022): Comunicación y liderazgo de las mujeres políticas en ámbitos locales y regionales
Artículos

Mulheres na política: de coadjuvantes a protagonistas, o papel das vice-prefeitas na Baixada Santista, Brasil.

Dra. Luciana Panke
Universidade Federal do Paraná, Brasil.
Biografía
Aryovaldo de Castro Azevedo Jr.
Universidade Federal do Paraná, Brasil.

Palabras clave

  • comunicação política,
  • eleições 2020,
  • campanha eleitoral,
  • mulheres políticas,
  • Brasil
  • political communication,
  • elections 2020,
  • electoral campaign,
  • Brasil,
  • political women

Cómo citar

Panke, L., & de Castro Azevedo Jr., A. (2022). Mulheres na política: de coadjuvantes a protagonistas, o papel das vice-prefeitas na Baixada Santista, Brasil. Más Poder Local, (48), 44-65. Recuperado a partir de https://www.maspoderlocal.com/index.php/mpl/article/view/98

Resumen

O crescimento do protagonismo feminino em várias áreas socioeconômicas e culturais encontra barreiras invisíveis, mas sensíveis, quanto ao comportamento de homens e mulheres em relação a ascensão da mulher na sociedade, com evidentes reflexos na política. Este artigo, por meio de pesquisa documental e estudo de caso, complementado por entrevistas em profundidade com três vice-prefeitas eleitas em 2020 na região brasileira conhecida como Baixada Santista, busca compreender a percepção destas destacadas agentes sobre a influência da equidade de gênero nos postos de poder contexto político-eleitoral brasileiro.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

  1. Aberje (2019, 12 ago): «Brasileiro está mais confiante nas instituições, diz ICS do Ibope Inteligência». Disponível em: https://www.aberje.com.br/brasileiro-esta-mais-confiante-nas-instituicoes-diz-ics-do-ibope-inteligencia/. Acesso em: 06 jan 2022.
  2. Agência Câmara (2018): «A representação feminina e os avanços na legislação». Agência de Notícias da Câmara Federal, 15 out. Disponível em: https://cutt.ly/ERBwE38. Acesso em: 10 out 2021.
  3. Agência Câmara (2020): «Secretaria da Mulher divulga estudo sobre participação feminina nas eleições deste ano». Agência de Notícias da Câmara Federal, 20 out. Disponível em: https://cutt.ly/RRBwTS6. Acesso em: 10 out 2021.
  4. Arendt, H. (2004): O que é Política? Rio de Janeiro: Bertrand.
  5. Azevedo Jr., A. C. e Panke, L. (2017): «Marketing e Política: desenvolvimento de uma metodologia de análise para a construção de marcas de partidos políticos». In: Natureza, consumo e sociedade, (1ed). Goiania: Editora da UFG, v. 1, pp. 150-170.
  6. Azevedo Jr., A. C. (2021): «Fake news e as eleições brasileiras de 2018: o uso da desinformação como estratégia de comunicação eleitoral». Revista Más Poder Local, 44: 81-108.
  7. Blackwell, R. D.; Miniard, P. W. e Engel, J. F. (2005): Comportamento do Consumidor. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.
  8. Brasil (1997): Lei 9.504. Brasília, 30 set. 1997. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9504.htm. Acesso em: 10 jan 2022
  9. Bravo, R. (2021): «Vice-prefeitas». Entrevista concedida a Luciana Panke em 28 jul 2021.
  10. Conceição, G. R. (2018): Políticas públicas e partidos politicos. Monografia de Especialização em Gestão Pública. UFSJ: São João del-Rei (MG). Disponível em: http://dspace.nead.ufsj.edu.br/trabalhospublicos/handle/123456789/284. Acesso em: 07 jan 2022.
  11. Congresso em Foco (2021): «Bolsonaro: Mourão é como cunhado que você tem de aturar». Congresso em Foco, 27 jul. Disponível em: https://congressoemfoco.uol.com.br/area/governo/bolsonaro-mourao-e-como-o-cunhado-que-voce-tem-de-aturar/. Acesso em: 09 jan 2022.
  12. Conti, S. (2021): «Vice-prefeitas». Entrevista concedida a Luciana Panke em 29 jul 2021.
  13. Cunha, S. M. S.(2021): «A participação das candidatas à vice-presidência de 2018 nos debates eleitorais audiovisuais». Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação, da Universidade Federal do Paraná. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/72594/R%20-%20D%20-%20SILVIA%20MARIA%20DA%20SILVA%20CUNHA.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 09 jan 2022.
  14. Datafolha (2021): «Cai confiança da população nas instituições e nos três Poderes». Folha de São Paulo, 24 set. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2021/09/datafolha-cai-confianca-da-populacao-nas-instituicoes-e-nos-tres-poderes.shtml. Acesso em: 06 jan 2022.
  15. Hipola, G. e Castaños, S. (2021): «Las emociones como estrategia de comunicación en las elecciones europeas de 2019: VOX». Revista Más Poder Local, 43: 20-27.
  16. Lupu, N.; Rodriguez, M. e Zechmeister, E. (2021): Pulse of Democracy. LAPOP Americas Barometer, Nashville. Disponível em: https://www.vanderbilt.edu/lapop/ab2021/2021_LAPOP_AmericasBarometer_Pulse_of_Democracy.pdf. Acesso em: 06 jan 2022.
  17. Machado, A. (2021): «Vice-prefeitas». Entrevista concedida a Luciana Panke em 02 ago 2021.
  18. Martins, F. B. e Silva, V. R. (2020): «No segundo turno, nenhuma capital elegeu uma mulher para a prefeitura». Gênero e Número, 30 nov 2020. Disponível em: https://generonumero.media/eleicoes2020/. Acesso em: 10 out 2021.
  19. ONU (2021): Sobre o nosso trabalho para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil. Nações Unidas Brasil. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Acesso em: 30 dez 2021.
  20. Panke, L. (2019): «A (in) visibilidade feminina nos processos de decisão pública (Prefácio)». In: Gênero e Resistência, v2. Porto Alegre: Editora Fi. Disponível em: https://www.academia.edu/45570966/A_in_visibilidade_feminina_nos_processos_de_decis%C3%A3o_p%C3%BAblica. Acesso em: 26 abr 2021
  21. Panke, L. (2021): Campañas electorales para mujeres (2ª ed). Buenos Aires: La Crujia.
  22. Panke, L. (2021): «Candidatas Guerreiras no Brasil: um estudo de caso das narrativas audiovisuais das mulheres mais votadas às prefeituras das capitais em 2020». Revista Cuestiones de género, de la igualdad a la diferencia. Disponível em: http://revpubli.unileon.es/ojs/index.php/cuestionesdegenero/index. Acesso em: 04 set 2021.
  23. PNUD (2020): 2020 Human Development Report (HDR). United Nations Development Programme. Disponível em: https://hdr.undp.org/en/2020-report#:~:text=The%202020%20Human%20Development%20Report,planet%20in%20a%20fairer%20world. Acesso em: 30 dez 2021.
  24. PNUD Brasil (2010): Índice de Desenvolvimento Humano. United Nations Development Programme. Disponível em: https://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/idh0/rankings/idhm-municipios-2010.html. Acesso em 30 dez.2021.
  25. Quevedo, J. P. (2020): «Avançar a Representação Feminina nas Eleições?» In: Eleições 2020: Comunicação eleitoral na disputa para prefeituras. Campina Grande: EDUEPB, pp. 83-99.
  26. Ribeiro, P. (2004): «Campanhas eleitorais em sociedades midiáticas: articulando e revisando conceitos». Revista de Sociologia e Política, 22: 25-43.
  27. Scheidweiler, G. e Gruneich, D. (2020): «Para Onde Vai o Dinheiro». In: Eleições 2020: Comunicação eleitoral na disputa para prefeituras. Campina Grande-PB: EDUEPB.
  28. Serrafero, M. D. (2007): «Vicepresidencia efímera y ruptura anunciada: el caso de la Alianza». Anales de la Academia Nacional de Ciencias Morales y Políticas, pp. 5-31.
  29. Silva, F. e Marques, F. (2012): «Internet e partidos políticos no Brasil: Impactos organizacionais e discursivos da comunicação partidária online». Anais do XIV Congresso de Ciências da Comunicação Região Nordeste. Recife, jun. 2012. Disponível em: http://www.intercom.org.br/papers/regionais/nordeste2012/resumos/R32-1525-1.pdf. Acesso em: 30 de jan 2022.
  30. The Economist (2021): «Democracy Index 2020: In sickness and in health?». Disponível em https://www.eiu.com/n/campaigns/democracy-index-2020/. Acesso em: 06 jan 2022.
  31. TSE: Partidos políticos registrados no TSE. Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: https://www.tse.jus.br/partidos/partidos-registrados-no-tse. Acesso em: 09 jan 2022.
  32. TSE Estatísticas (2020): «Estatísticas Eleitorais». Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: https://www.tse.jus.br/eleicoes/estatisticas/estatisticas-eleitorais. Acesso em: 19 out 2021.
  33. TSE Resultados (2020): «Resultados». Tribunal Superior Eleitoral. Disponível em: https://resultados.tse.jus.br/oficial/#/eleicao/resultados. Acesso em: 19 out 2021.
  34. UNODC (2022): «UNODC e Corrupção». United Nations Office on Drugs and Crime. Disponível em: https://www.unodc.org/lpo-brazil/pt/corrupcao/index.html. Acesso em: 05 jan 2022.